segunda-feira

Balde de Cal





Tom apareceu na calçada perto de casa, com um balde de cal e um pincel de cabo comprido. Olhou para a cerca e toda a alegria do seu espírito deu lugar à mais profunda melancolia. Eram trinta jardas de cerca com dois ou três metros de altura. A vida parecia-lhe sem sentido e a existência nada mais do que um fardo. Suspirando, meteu o pincel na cal e passou-o ao longo da tábua. Repetiu a operação uma e outra vez; comparou a pequena tira caiada com a enorme superfície restante por caiar e sentou-se desanimado no tronco de uma árvore mais alta.